Olinda/PE

Fundada em 1535, foi capital de Pernambuco até 1827. Diz a lenda que Duarte Coelho teria dito “Ó linda situação para se construir uma vila” e daí vem o nome da cidade. Hoje exibe diversas atrações históricas e culturais. A maioria está no centro da cidade, que é fácil de andar por ser pequeno, porém prepare-se para subir ladeiras, que preservam o traço colonial. Assim como deve-se preparar para a abordagem insistente dos (pseudos) guias.
A cidade está a apenas 10 km de Recife e costuma chover de abril a julho. Site: <http://www.olinda.pe.gov.br/guia-turistico> e <http://www.olindaturismo.com.br/>.

• Casario histórico: é uma mistura de centenárias igrejas barrocas, casario colonial do século XVI com fachadas coloridas, ateliês e eventos de arte tudo isso em íngremes ruas de pedra. No casario também destaca-se uma casa holandesa Praça de São Pedro e dois sobrados mouriscos, um na Rua do Amparo e outro na Praça de São Pedro. A estreita Rua do Amparo funciona como um polo cultural cheio de restaurantes, bares, pousadas, museus e ateliês. Outra rua famosa é a Rua Bernardo Vieira de Melo (continuação da Rua de São Bento), que concentra lojas de artesanato.
• Convento de São Francisco: tem quatro capelas decoradas em azulejos portugueses e detalhes barrocos. No claustro, há painéis de azulejos portugueses que retratam a história de São Francisco e painéis profanos, ou seja, com cenas do cotidiano da corte. Horário: 2ª a sábado das 8h às 12h e de 2ª a 6ª feira das 14h às 17h. Local: Rua de São Francisco, 280, Carmo. Ingresso: R$ 3.
• Feira da Sé/ Mercado de Artesanato do Alto da Sé & Mirante: a feira de artesanato possui um elevador panorâmico e o mirante da caixa d’água com bela vista para Olinda e Recife. Horário: diariamente das 9h às 20h. Local: Alto da Sé, Centro.
• Igreja de São Salvador do Mundo (Igreja da Sé): situada no ponto mais alto da cidade é o ponto da clássica vista panorâmica da cidade de Olinda e Recife. A igreja barroca possui altar folheado a ouro e decoração com azulejos portugueses. É onde está o túmulo de D. Hélder Câmara. No Alto da Sé costuma ter barracas de artesanato. Horário: diariamente das 9h às 17h. Local: Alto da Sé, Centro. Ingresso: grátis (?).
• Igreja e Mosteiro de São Bento ou Basílica de São Bento: a mais rica igreja da cidade tem altar barroco de madeira entalhado revestida com 28 kg de ouro. O mobiliário da igreja segue a linha luxuosa do altar. Na missa de domingo há apresentações de canto gregoriano. Horário: diariamente 9h às 11h30 e das 14h às 17h. Missa: diariamente às 6h30, domingo 10h. Local: Rua de São Bento, Varadouro. Ingresso: grátis (?).
• Mercado da Ribeira: o local onde se vendia escravos hoje é uma feira de artesanato. Horário: diariamente das 8h às 18h. Local: Rua São Bento ou Rua Bernardo Vieira de Melo, Ribeira.
• Museu de Arte Sacra de Pernambuco (MASPE): no prédio que foi o 1º Palácio do Bispo de Pernambuco, hoje reúne peças sacras. Horário: 3ª a 6ª feira das 10h às 16h, final de semana das 10h às 14h. Local: Rua Bispo Coutinho, 726, Alto da Sé, Olinda. Ingresso: R$ 2, grátis no final de semana.
• Museu do Mamulengo – Espaço Tiridá: Possui em acervo de cerca de 1500 fantoches artesanais feito em madeira e pano usados. A tradição vem do antigo teatro popular de rua nordestino O acervo é formado por peças a partir do século XIX. O museu funciona também como espaço de pesquisa, oficinas e apresentações. Horário: 3ª a 6ª feira (ou sábado) das 10h às 17h. Local: Rua de São Bento, 344, Centro/Ribeira. Ingresso: R$ 2 ou 5.
• Museu Regional de Olinda: Coleção de mobiliário e objetos de decoração dos séculos XVII ao XIX. Destaque para um arquivo entalhado em jacarandá rosa e para o altar da antiga Sé de Olinda com detalhes em rubi e marfim. Possui visitas guiadas. Horário: 3ª a 6ª feira das 9h às 13h e nos finais de semanas das 14h às 16h. Local: Rua do Amparo, 128. Ingresso: R$ 1.
• Seresta: Grupo de seresteiros percorre o Centro Histórico arrastando moradores e turistas cantando modinhas, choros, MPB e até pagode. Horário: 6ª feira, a partir das 21h. Local (saída): Praça de São Pedro ou da praça do Carmo. Varia semanalmente. Ingresso: grátis.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s