João Pessoa: Centro (parte 1)

Sai do albergue e fui anda no Centro comecei minha visita pelo Museu Casa do Artista Popular, que é uma gracinha e apresenta várias peças do artesanato paraibano expostas.

1. IMG_1429 (450x800)

1. IMG_1439 (800x450)

1. IMG_1442 (450x800)

Escultura de Gina Dantas e Virginia B. Cavalcanti Dantas.

1. IMG_1458 (800x450)

1. IMG_1459 (800x450)

Xilogravura (obra e matriz) de José Costa Leite.

1. IMG_1464 (450x800)

Brinquedos.

Depois fui andando para o Parque Sólon de Lucena – vulgo Lagoa –, que é um jardim em volta da Lagoa dos Irerês e está todo em obra. Ali fica o centro comercial da cidade que é bem pequeno. Na verdade reparei que o que eu achei ontem que era grande na cidade é a avenida Epitácio Pessoa, que liga o Centro ao litoral e tem prédios altos. Andando na parte comercial ouvi propaganda de loja de produtos agropecuários. Oi?

Nesta parte da cidade também fica a Praça João Pessoa, onde fica a sede do governo estadual – o Palácio da Redenção – e outros prédios públicos, inclusive a Faculdade de Direito da UFPB. Essa praça também está em obra.

2. IMG_1477 (800x450)

Palácio da Redenção.

2. IMG_1481 (800x450)

Calçadão super movimentado do Centro. A esquerda tem o anexo da Assembleia Legislativa, bem charmoso, não?

Depois fui caminhando para a parte mais famosa do centro Histórico e passei por uma praça bonitinha chamada Rio Branco. Mas todo mundo ficou me olhado e não me senti confortável para tirar fotos, por mais que não visse nada que parecesse perigoso. Acho que o povo aqui detectou melhor minha cara de turista.

3. IMG_1483 (800x450)

Cheguei a Praça D. Adauto, onde fica a Igreja do Carmo e um casarão com azulejos portugueses, mas os outros prédios também são bonitos.

4. IMG_1487 (800x450)

Detalhe da Igreja N. S. do Carmo.

4. IMG_1488 (800x450)

Casarão de Azulejos.

4. IMG_1490 (800x450)

Casario da Praça D. Adauto.

Depois segui para a menina dos olhos do centro histórico da cidade o Complexo Cultural São Francisco. Li relatos de que era lindíssimo e tinha igreja, capela, dois museus, um jardim lindo e paga para entrar. Detesto pagar para entrar em igreja, mas me pareceu realmente uma coisa grandiosa.

 

Lição número 2: nunca pague para entrar em igreja, mesmo que seja o Vaticano (que sei que é gratuito).

A maior probabilidade possível é que eu saia insatisfeita com a visita paga. Dessa vez acho que tenho motivos para ter ficado irritada. Primeiro o “complexo” é uma igreja (a gratuita de Olinda é mais bonita), a capela estava fechada para arrumar um casamento (deviam dar desconto no ingresso já não vi tudo) e os museus nada mais são que duas salas de exposição uma de arte popular brasileira e outra com algumas imagens de santo (eles dizem que é museu de arte sacra). Ou seja, o grande complexo é apenas uma igreja grande.

Lição número 3: pense duas (ou três) vezes antes de pagar para ir a um lugar com visita guiada.

O “complexo” só pode ser visitado com guia e aqui estão minhas maiores reclamações. A guia era mal treinada, falava “eu acho…”. Sério? Eu paguei para ouvir “achismo”? Falou aquela falácia da eira, beira e tribeira. Na entrada da igreja tem umas placas informativas mais completas e interessantes que a guia. A exposição de arte popular eu não consegui ver, muito menos lê os cartazes, porque a guia ficou o tempo todo falando “vamos?”.

Eu sempre saio insatisfeita de visita guiada e saio com a sensação de que minha necessidade não foi suprida. Simplesmente porque não ando no nosso ritmo e pulo coisas que gostaria de ver. Detalhe depois conversando no hostel uma mulher reclamou da mesma coisa.

Eu saí de lá realmente com raiva, tanto que pedi um papel para fazer uma reclamação e escrevi quase uma página A4 toda. Sinceramente não é uma visita que recomento, pois há outras igrejas mais bonitas por ai e que você poderá ver com liberdade.

5. IMG_1494 (450x800)

Cruzeiro e fachada principal da igreja.

5. IMG_1507 (450x800)

Uma das poucas coisas que vi da exposição de arte popular.

5. IMG_1521 (450x800)

5. IMG_1522 (800x450)

Muitíssimo parecido com o Convento de São Francisco de Olinda.

5. IMG_1527 (800x450)

O belo teto.

5. IMG_1530 (450x800)

O altar barroca foi comido por cupim e jogaram fora.

 

Continua…

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s