Southwark & Lambeth

Reino Unido – Dia 5
Hoje o dia foi pura andança.
Sai de Lambeth e fui andando até Spring Gardens, em Vauxhall ao sul. Depois fui voltando pelo Albert Embankment. Nessa parte não há atrações turísticas, só pracinhas bonitinhas, a vista da cidade e a beleza de passear na beira do Tâmisa.

IMG_4537

Albert Embankment

Albert Embankment

Vista da Albert Embankment para o norte do Tâmisa.

Vista da Albert Embankment para o norte do Tâmisa.

O Parlamento visto da Albert Embankment.

O Parlamento visto da Albert Embankment.

Quando chega na Westerminster Bridge o calçadão a beira rio muda de nome (torna-se o Queen’s Walk) e passa a ter várias atrações, começando com a London Eye ao lado do Jubilee Gardens. Além de vários restaurantes e bares.

London Eye vista de baixo.

London Eye vista de baixo.

 

O Jubilee Gardens fica ao lado da Londo Eye.

O Jubilee Gardens fica ao lado da Londo Eye.

Depois tem o Southwark Centre, que é um complexo de teatros, casas de espetáculo e muitos restaurantes. Na parte de baixo de um deles tem uma área para grafiteiros e pichadores.

Southwark Centre.

Southwark Centre.

Restaurante com móveis de sucata.

Restaurante com móveis de sucata.

IMG_4597

Passei pelo The Globe, que é a reprodução do teatro do Shakespeare. Na verdade eu queria ter ido em uma peça lá porque as peças são montadas da mesma forma como na época do Shakespeare inclusive sem luz e som artificial, mas não me organizei a ponto de consegui comprar os disputados ingressos com antecedência.

The Globe

The Globe.

Passei pelo Tate Modern, que é a galeria de arte moderna super conceituada que fica em um prédio lindo, mas não tive tempo de entrar lá. Até porque quando passei ali eu já estava pensando era no almoço. Ou seja, estava pensando no Borough Market. Mas antes ainda passei (literalmente passei) no OXO, que é um shopping de arte e decoração, e no Gabriel’s Wharf, que é um pequeno centro gastronômico e de artesanato, mas é bem lindinho.

O prédio do Tate Modern era uma estação de energia.

O prédio do Tate Modern era uma estação de energia.

Gabriel’s Wharf

Gabriel’s Wharf

E enfim, cheguei ao Borough Market. E esse mercado não me decepcionou. É realmente um conglomerado de barracas de comida pronta ou para cozinhar, além de barracas de frutas. Almocei um sanduíche de pato com salada maravilhoso e de sobremesa teve um mega Strudel.
O mercado fica ao lada da Catedral de Southwark e dali mesmo já se vê o Shard, que é o maior prédio da Europa.

Essa foi a minha recepção no Borough Market.

Essa foi a minha recepção no Borough Market.

 

O mercado em si.

O mercado em si.

As pessoas almoçando.

As pessoas almoçando.

Quase tudo lá pode ser experimentado. Até tomate.

Quase tudo lá pode ser experimentado. Até tomate.

Torta inteira ou metade.

Torta inteira ou metade.

O sanduiche de pato que eu comi.

O sanduiche de pato que eu comi.

Meu strudel.

Meu strudel.

The Shard

The Shard

Seguindo no Queen’s Walk entrei em uma galeria bonita chamada Hay’s Galleria, que era onde ficava uma doca. E quando sai tinha a vista da City.

IMG_4674

Logo em segui foi a vez de ver a Tower of London, a Tower Bridge e o prédio da Prefeitura de Londres.

Prefeitura de Londres.

Prefeitura de Londres.

Café Riviera ao lado da Prefeitura de Londres.

Café Riviera ao lado da Prefeitura de Londres.

Eu deitada em um banco perto da Tower Bridge. Estava muito cansada.

Eu deitada em um banco perto da Tower Bridge. Estava muito cansada.

Para além da Tower Bridge.

Para além da Tower Bridge.

IMG_4708

Passando a Tower Bridge tem uma parte bem bonitinha com vários prédios portuários que agora são escritórios, lojas e restaurantes. Mas é uma parte chique do sul do Tâmisa.
Na volta vi a feira de livros usados que ocorre de sexta a domingo, mas não vi nada legal. E como esse era meu último dia no Lambeth aproveitei para fotografar o bairro.

China Walk

China Walk

IMG_4727

Lambeth Street.

Lambeth Street.

Portas charmosas.

Portas charmosas.

Recadinho: nada de jornais gratuitos e correspondência não solicitada.

Recadinho: nada de jornais gratuitos e correspondência não solicitada.

Anúncios

2 ideias sobre “Southwark & Lambeth

  1. Ci de Sá

    A amiga da minha mãe tinha razão sobre a comida exposta na rua, mas me pareceu super tranquila a barraquinha que você comprou o sanduíche. Fiquei com vontade de experimentar o sanduíche, a sangria e o estrudel 😉 As tortas também pereciam ótimas vc já experimentou? Eu gostava das que tinham em Buenos Aires…

    Resposta
    1. N. Autor do post

      Tenho um sério problema para comer aqui. TUDO tem pimenta. No supermercado dá para ver os ingrediente e até o purê com cenoura tem pimenta. No mercado todos os lugares colocavam pimenta na carne, na barraca do pato eles falam que não poderiam garantir, mas normalmente não tem pimenta e realmente não tinha. Em um outro mercado que fui comi uma salada com frango que a pimenta era ou não acrescentada na hora, mas esse não deu para fotografar porque eu comi em pé. Isso para dizer que as tortas geralmente tem pimenta. Eu queria muito comer, mas ainda não consegui.

      Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s