Greenwich

Reino Unido – Dia 11

Que dia lindo! Não só o sol saiu como fiz um passeio maravilhoso.

Fui a sítio histórico de Greenwich, onde existiu um castelo medieval e posteriormente foi construído uma série de outros prédios ligado a marinha britânica, como um hospital para ex marinheiros e um observatório astronômicos, que hoje é um planetário.  Foi por causa desse centro de estudo celestes e náuticos que o meridiano zero foi colocado neste lugar. E o meu lado geógrafa grita com isso.

Comecei pegando o trem DLR (tipo um monotrilho) na primeira estação e fui no primeiro vagão. Para minha surpresa o maquinista fica sentando em um banco normal e após um tempinho ele colocou o trem em piloto automático e foi dar uma voltinha.

A frente do DLR. Banco, vidro e mais nada.

A frente do DLR. Banco, vidro e mais nada.

Chegando lá fui logo no Museu Marítimo. Comecei pela loja do museu e ela é linda cheia de mapas terrestres e celestes, globos, bussolas, miniatura de sistema solar, coisas de viagem, relógios, telescópios… A melhor loja de museu até o momento. Mas não comprei nada.

A parte que vi foi boa, mas tinha um imenso problema: imparcialidade de mostrar como os britânicos são bons e legai. Por exemplo, tem uma exposição sobre navegações no Atlântico. Eles excluem as grandes navegações ibéricas porque o que interessa é focar na disputa Reino Unido e França no Atlântico Norte nos séculos XVII ao XIX e suas colônias americanas. Chega ao ápice de falar sobre a luta pelo fim da escravidão iniciada pelos britânicos como sendo contra um sistema perverso de vida. Claro que eles não citam o sistema perverso da colonização britânica no mesmo período, nem o polêmico fato de que eles apoiaram o Aparthaid e que a luta pela implementação da mão de obra assalaria ocorreu ao mesmo tempo que a industrialização inglesa, que precisava de mercado consumidor. Enfim… acho que ter uma visão critica sobre si mesmo é um pouco demais.

Barco na entrada do Museu marítimo.

Barco na entrada do Museu marítimo.

Modelo da base de um farol.

Modelo da base de um farol.

Um mega mapa mundi.

Um mega mapa mundi.

Choque ao ver que a guilhotina real (essa de 1790) é estreita, mas faz sentido.

Choque ao ver que a guilhotina real (essa de 1790) é estreita, mas faz sentido.

Depois fui almoçar na histórica Goddard’s Pie Shop (desde 1890 pertence a mesma família), loja especializada no tradicional prato de torta recheada de carne com purê. Mas eu comi a torta de queijo com cebola porque era a única sem pimenta. Estava uma delícia! E custou apenas £3,90.

Goddard's Pie Shop, desde 1890 prestando bons serviços.

Goddard’s Pie Shop, desde 1890 prestando bons serviços.

Minha torta com purê e molho de gravy (de carne). Uma delícia!

Minha torta com purê e molho de gravy (de carne). Uma delícia!

Após o almoço, vi que o Greenwich Market estava fechado para reforma e resolvi ir logo ao Discover Greenwich, que conta a história do sítio histórico, e no Old Royal naval College. Neste prédio que já foi um hospital e uma escola naval e agora pertence a universidade local é possível visitar o Painted Hall e a capela. A primeira é um salão de refeições, hoje usado apenas para eventos, e cujas paredes são pintadas como se fossem esculturas e o imenso tem uma pintura única. Na capela estava ocorrendo um exame de música de um cantor de ópera, muito bom!

A réplica do piso do palácio medieval que existiu em Greenwich está no Discover Greenwich.

A réplica do piso do palácio medieval que existiu em Greenwich está no Discover Greenwich.

No Discover Greenwich tem um modelo de como eram os quartos do hospital que funcionou onde depois foi o Colégio Naval e hoje é a faculdade.

No Discover Greenwich tem um modelo de como eram os quartos do hospital que funcionou onde depois foi o Colégio Naval e hoje é a faculdade.

Old Royal Naval College

Old Royal Naval College

Painted Hall é pintura ou não?

Painted Hall é pintura ou não?

Mas de perto não resta dúvida que é uma pintura.

Mas de perto não resta dúvida que é uma pintura.

O teto da Painted Hall.

O teto da Painted Hall.

Por causa do teste de música só podia tirar foto da porta.

Por causa do teste de música só podia tirar foto da porta.

Saí de lá e fui andar no parque até porque os museus fecham às 17 horas e já era quase esse horário. Cheguei ao Observatório de Grenwich já estava fechado, mas logo ao lado do relógio do observatório tem um portanzinho que fica aberto e tem a continuação do famoso meridiano Zero sem ter horário de visitação e ingresso pago.

Parte do enorme Greenwich Park.

Parte do enorme Greenwich Park.

Parte do parque com o observatório no alto.

Parte do parque com o observatório no alto.

A vista do morrinho do Observatório. No primeiro plano o a esquerda é o prédio do M. Maritmo, no centro e direita o palácio do século XVII (Queen's House) e atrás as torres gêmeas do Old College. No fundão o prédios da City e da Canary Wharf.

A vista do morrinho do Observatório. No primeiro plano o a esquerda é o prédio do M. Maritmo, no centro e direita o palácio do século XVII (Queen’s House) e atrás as torres gêmeas do Old College. No fundão o prédios da City e da Canary Wharf.

O relógio do Observatório de Greenwich tem 24 horas.

O relógio do Observatório de Greenwich tem 24 horas, mas esqueceram de atualizar o horário de verão.

(Uma observação é que atualmente o horário mais usado não é mais o GTM, que segue a hora de Greenwich, e sim o UTM, que segue a hora em relação a astros ‘fixos’ do universo. Isso porque toda vez que alterava o horário de verão inglês tinham que mudar todos os horários  do mundo)

Rapaz tirando foto na parte paga da linha do meridiano.

Rapaz tirando foto na parte paga da linha do meridiano.

Finalmente consegui fotografar um esquilo comendo. Acho lindinho.

Finalmente consegui fotografar um esquilo comendo. Acho lindinho.

Pinheiro cabaninha.

Pinheiro cabaninha.

Placa do Roseiral (Rose Garden) com todos os tipos de rosas catalogadas.

Placa do Roseiral (Rose Garden) com todos os tipos de rosas catalogadas.

Rosa com uma joaninha.

Rosa com uma joaninha.

Rosa gigantesca. Tem várias desse tamanho por aqui.

Rosa gigantesca. Tem várias desse tamanho por aqui.

Essa bela rosa mesclada também era gigante.

Essa bela rosa mesclada também era gigante.

Vista de um outro morrinho. Na frente tem o lago um pedaço da Queen's House e o Old College. Atrás da esquerda para direita, tem o Shard e os prédios as City.

Vista de um outro morrinho. Na frente tem o lago um pedaço da Queen’s House e o Old College. Atrás da esquerda para direita, tem o Shard e os prédios as City.

Um dos barcos turísticos que vão do centro de Londres a Greenwich pelo Tâmisa.

Um dos barcos turísticos que vão do centro de Londres a Greenwich pelo Tâmisa.

Na volta passei no DLR na Canary Wharf, que é o antigo porto de Londres que foi transformado em um centro empresarial. Cheguei no albergue as 9 horas da “noite” feliz da vida.

Uma pequena parte da Canary Wharf.

Uma pequena parte da Canary Wharf.

Chelsea às 21 horas.

Chelsea às 21 horas.

 

Outras coisas que vi ou reparei:

Aqui tem MUITOS mulçumanos. Sério! É impossível não ver mais de um na rua (até burca).  E indianos de turbante

Hoje reparei como tem umas mulheres mulçumanas que seguram seus vários filhos pelas mãos e saem puxando as crianças e você que saia da frente ou te carregam junto. Outras simplesmente deixam as crianças leve, livres e soltas demais da conta. Não dá para generalizar pela cultura/religião, mas isso eu ainda não tinha viso aqui.

Anúncios

3 ideias sobre “Greenwich

  1. Ci de Sá

    Na lojinha do museu marítimo tinha um lustre em forma de globo terrestre? Vi uma vez e me apaixonei 💙 a Rute também tem um globo em forma de bola que é o máximo! Eu quero uma miniatura do sistema solar!!! Eu acho que eu teria começado a visita pelo observatório 😜

    Não fica redundante comer torta com purê de batata?

    Linda a foto da Rosa🐞

    Resposta
    1. N. Autor do post

      O observatório é pago, os museus não. 🙂
      Você devia era ir no Planetário. 😛
      Não lembro de ter esse lustre de globo não. Acho que a foto que você viu era reaproveitando dos abajures de globo.
      Não fica redundante não porque a torta é folhada.
      As rosas são lindas. Só lembro da minha mãe. Ela ia amar.

      Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s