Notting Hill & Little Venice

Reino Unido – Dia 13

Nada como um dia após o outro para recarregar as energias. A manhã começou feia, mas mesmo assim coloquei meu tênis e fui andando para Notting Hill. Para além da comédia romântica homônima que nunca vi, o bairro é famoso por ter uma feira originalmente de antiguidades, mas que hoje já tem muitas outras coisas e é gigante. Essa é a mesma história da feira de Sant elmo, né?

Que belo dia de final de primavera visto do albergue. :P

Que belo dia de final de primavera visto do albergue. 😛

Lixeiras diferenciadas. A partir da esquerda: eletroeletrônicos (ferro, secador, furadeira), sapatos, roupas e lixo comum (cortada na foto). Repare o prédio no fundo.

Lixeiras diferenciadas. A partir da esquerda: eletroeletrônicos (ferro, secador, furadeira), sapatos, roupas e lixo comum (cortada na foto). Repare o prédio no fundo.

No caminho ainda passei no pequeno Holland Park cheio de crianças brincado.

No caminho ainda passei no pequeno Holland Park cheio de crianças brincado.

Lá tem caixa de areia para cachorro.

Lá tem caixa de areia para cachorro.

Chegando no Portobello Road Market estava lotado como era de se esperar, mas não imaginava que a feira fosse tão gigante quanto é. A feira tem uma parte de antiguidade, uma de comida e uma de não-antiguidade. E eu nem consegui ver tudo.

Achei um programa ótimo apesar de bem turístico. Aliás, é só falar em compra que lota de brasileiros. Lá foi o lugar que mais ouvi português depois do Soho. E têm muitos conterrâneos aqui. Todo dia escuto algum no transporte, no supermercado, na rua… No outro albergue tinham vários brasileiros todos os dias que fiquei lá. No atual não vi nenhum, mas em compensação a maioria das pessoas é hispânica.

Mostruário de cores de cabelo na vitrine de um salão de beleza.

Mostruário de cores de cabelo na vitrine de um salão de beleza.

Repare que a rua faz uma curva e a feira e a multidão seguem.

Repare que a rua faz uma curva e a feira e a multidão seguem.

Barraca de antiguidades diversas.

Barraca de antiguidades diversas.

Barraca especializada em carimbo.

Barraca especializada em carimbo.

Há algumas barracas de itens militares. Tem farda, chapéu, bolsa, máscaras de gás... Só não tem arma.

Há algumas barracas de itens militares. Tem farda, chapéu, bolsa, máscaras de gás… Só não tem arma.

Barraca de pães. Não, não tem plástico ou filó cobrindo nada.

Barraca de pães. Não, não tem plástico ou filó cobrindo nada.

Barraca de cogumelos comestíveis.

Barraca de cogumelos comestíveis.

Na feira tem alguns artistas de rua, mas não são tantos como Sant Telmo.

Na feira tem alguns artistas de rua, mas não são tantos como Sant Telmo.

Uma rua transversal, mas a Portobello tem a mesma arquitetura de sobrados coloridos.

Uma rua transversal, mas a Portobello tem a mesma arquitetura de sobrados coloridos.

E olha o que estava a venda... Um Rolls Royce.

E olha o que estava a venda… Um Rolls Royce.

Tinha pensado que deve ser ruim morar nessa rua, mas há quem tire proveito disso e faz um bazar de garagem.

Tinha pensado que deve ser ruim morar nessa rua, mas há quem tire proveito disso e faz um bazar de garagem.

*

Hoje também consegui comer outra comida típica – o tradicional café da manhã inglês. Na verdade eles vendem até meio dia ou o dia inteiro então da para almoçar esse café porque de manhã é preciso muito estômago para isso. Então almocei ovo, linguiça e bacon fritos, além de torradas, feijão com molho de tomate e um copo de café ou chá. Uma coisa que já tinha escutado, mas não entendi era que o bacon britânico tem mais carne. A questão é que o nosso não tem carne só gordura frita. O deles tem carne e só um pouco de gordura.

O desjejum deles.

O desjejum deles.

Saindo de Notting Hill fui andando para Paddinton onde fica o Little Venice. Londres tem vários canais, sendo que o mais famoso é o Regent Canal. Em uma confluência com outro canal se forma um laguinho que ficou famoso pelas casas-barcos e toda uma atmosfera que eles dizem lembrar uma versão reduzida de Veneza.

O Little Venice em si é bem gracioso. Têm os barquinhos, patinhos, restaurantes e o Rembrandt Gardens. Este é uma pequena pracinha cercada que bem bonitinha e tinha outra coisa que é muito comum nos parques – festinhas. Dessa região partem barcos que vão até Camden pelo Regent Canal.

Para chegar lá eu passei por uma parte meio Rio Comprido, mas fui uma pequena parte.

Para chegar lá eu passei por uma parte meio Rio Comprido, mas fui uma pequena parte.

Logo cheguei na parte bonitinha com seus barquinhos...

Logo cheguei na parte bonitinha com seus barquinhos…

... e atmosfera fofa.

… e atmosfera fofa.

O Rembrandt Gardens com pessoas descansando, fazendo ioga e no fundo uma festa infantil.

O Rembrandt Gardens com pessoas descansando, fazendo ioga e no fundo uma festa infantil.

Roseiral do Rembrandt Gardens.

Roseiral do Rembrandt Gardens.

O canal e os barcos parados ou não.

O canal e os barcos parados ou não.

Tinha lido que dá para fazer o trajeto até Camden andando pela margem do canal e sentindo toda essa atmosfera. É verdade que dá para ir a pé, mas só em pequenos trechos tem barquinhos e coisas para ver. Na maior parte não tem nada além do canal, mata e, muito as vezes, os fundos de algum prédio. Achei que tinha mais coisa para ver. Na verdade, foi uma boa caminhada, mas eu já estava cansada demais. Andei até o Regent Park e de lá peguei um ônibus de volta.

A passagem de pedestre.

A passagem de pedestre.

A parte logo depois do Little Venice.

A parte logo depois do Little Venice.

Uma mansão que acho que fica dentro do Regent Park. Sim, esse parque tem propriedades privadas dentro.

Uma mansão que acho que fica dentro do Regent Park. Sim, esse parque tem propriedades privadas dentro.

O canal e a mata.

O canal e a mata.

No ônibus eu e Geo conversamos sobre o fato da maioria das crianças andarem de carrinho. Sei que já tive essa conversa com a minha mãe como os pais estão usando carrinho para crianças que já andam muito bem sem ele. Mas o que vi hoje bateu todos os recordes. Entrou um pessoal com dois carrinhos e não víamos bebês até que quando eles desceram percebemos que os carrinhos eram para as crianças de cerca de 5 e 7 anos que estavam com eles. Sério o garoto, que era o mais velho, quando entrou no ônibus correu para o segundo andar e ao sair sentou no carrinho com as pernas dobradas porque obviamente não cabe mais nele.

Anúncios

3 ideias sobre “Notting Hill & Little Venice

    1. N. Autor do post

      Hahaha. Você quer tudo. É só mandar a grana, inclusive a da mala nova que precisarei comprar e resolvo o problema. 😛
      Esse foi um passeio que adorei fazer também, mas foi muito cansativo. No final do dia estava esgotada.
      Pode fazer um banheiro desse para as gatas. Elas vão adorar também.

      Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s