Viagem e Glenfinnan

Reino Unido – Dia 18

Mais uma viagem de ônibus e mais uma correria. Entrei na rua errada para ir a rodoviária e tive que pedir informação e não entendo o inglês escocês. É muito enrolado. Ai eu dei uma volta enorme e cheguei 5 minutos antes do horário. Esse ônibus não atrasou. Isso tudo porque eu ainda estou passando mal.

O ônibus da Citylink serve como um ônibus “urbano” entre os lugarejos da Escócia e vai pegando passageiros no caminho, que compram passagem com o motorista. O caminho todo a estrada é muito estreita e vai cortando a mata com pousadas no meio do nada, campings, lagos, riachos, pessoas caminhando e pedalando. Estes últimos aumentam quando vai se aproximando de Fort William. Além disso, ele vai por dois pontos turísticos da região o Loch Lomond e o Glen Coe. O primeiro é um lago famoso e o segundo é o mais famoso vale das Terras Altas da Escócia. O Glen Coe estava no meu roteiro ir lá a partir de Fort William, mas agora não sei mais.

Apesar da vista linda, chovia muito e o ônibus balançava tanto que fotografar  era quase impossível.

Este é o lago (loch) Lomond.

Este é o lago (loch) Lomond.

O bela estradinha.

O bela estradinha.

Cabanas para alugar na beira da estrada era uma constante.

Cabanas para alugar na beira da estrada era uma constante.

Montanha, lago, campo e neblina/chuva. Essa foi a imagem do dia.

Montanha, lago, campo e neblina/chuva. Essa foi a imagem do dia.

Parte do Glen Coe ainda está com neve.

Parte do Glen Coe ainda está com neve.

Cheguei e senti logo que o frio aumentou, mas por pouco tempo porque eu precisei andar e, principalmente, subir ladeiras com minha malinha. As pessoas olhavam para a mala estranhando um pouco. Isso por que Fort William é a capital britânica dos esportes de aventura, ou seja, lotada de mochileiros.

Após me acomodar desci para a cidade de novo porque precisava otimizar o pouco tempo lá. Fui logo visitar Glenfinnan, um vilarejo minúsculo a beira de um lago com um famoso monumento aos mortos em uma das históricas guerras Escócia x Inglaterra. Além disso, tem um viaduto da estrada de ferro do século XVIII que ficou muito famoso por aparecer nos filmes do Harry Potter. A decepção ficou por conta do fato de todas as fotos que vi eram de dias claros e não cheio de neblina e garoa. Então aquela vista do lago era impossível, sem contar que o tempo não era muito grande para andar com calma. Nessas situações minha botina a prova d’água se mostra excelente porque o tênis de couro da Geo não foi suficiente e o pé dela molhou. Sei que falando assim parece que foi um desperdício de viagem, mas na verdade foi bom apesar de ser diferente do que eu esperava.

O trem para Glenfinnan.

O trem para Glenfinnan.

Ele vai beirando os lagos da região por quase todo o caminho.

Ele vai beirando os lagos da região por quase todo o caminho.

Passando pelo viaduto.

Passando pelo viaduto.

Estação de Glenfinnan.

Estação de Glenfinnan.

Estrada até o lago e a trilha do viaduto.

Estrada até o lago e a trilha do viaduto.

Placa da estrada, mas não vi nenhum alce. Infelizmente!

Placa da estrada, mas não vi nenhum alce. Infelizmente!

O viaduto de baixo.

O viaduto de baixo.

IMG_7569

O lago.

O lago.

De volta a estação, esse é do Dining Car – um vagão ferroviário de 1953 transformado em restaurante. Mas já estava fechado.

De volta a estação, esse é do Dining Car – um vagão ferroviário de 1953 transformado em restaurante. Mas já estava fechado.

Quando andava de volta para o albergue vi uma banda de jovens tocando música típica escocesa. Pelo que entendi eles estavam pedindo dinheiro para o grupo continuar atuando por falta de patrocínio. Fiz um vídeo, mas não consegui postar aqui. Uma pena!

A banda.

A banda.

 

Anúncios

6 ideias sobre “Viagem e Glenfinnan

  1. Ci de Sá

    Esses lagos me lembraram o monstro do lago Ness 🐉 Você vai lá? Seu roteiro está ótimo!!! Pena que esse frio não vai embora, mesmo sendo quase verão por ai!! Também lembrei do nosso passeio de Ollanta naquela chuvinha! Foi divertido do mesmo jeito 😃

    Resposta
    1. N. Autor do post

      Sim vou ao Ness. Uma vez li que uma da dificultade de provar sobre o monstro do lago Ness era que lá só faz sol menos de 45 dias por ano. Nos outros dias costuma ter névoa. Então não espero grandes melhoras.
      A questão de Glenfinnan é que a vista é bonita, mas com neblina não rola. Diferente de Ollanta que o que era para ser visto estava perto. Mas não acho que foi ruim, só foi um passeio diferente do que imaginei.
      Olha a vista na Wikipédia: https://en.wikipedia.org/wiki/Glenfinnan

      Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s