Dia 3 – Passeio de barco pelo Nahuel Huapi

Observação: Por algum motivo que desconheço as fotos não estão carregando no post. Por isso, hoje não tem fotos. [Atualizado em: 10.08.2016 com as fotos].

 

Sai umas 8h45 de casa para pegar ônibus ao porto às 8h55. A cidade não estava totalmente clara, era como se fosse umas 6h, e a friagem da noite ainda persistia. Para piorar o ônibus atrasou e veio lotado. O que para variar me deixou mal. Cheguei no porto da hora para trocar minha passagem, que comprei ontem no Centro, e pagar as taxas antes do embarque.

Depois que começou a viagem e que fui vendo a paisagem fiquei muito feliz, pois é um passeio lindíssimo. A primeira parte da viagem é um hora de navegação pelo lago Nahuel Huapi até a península Quetrihué, no município de Villa la Angustura, a cidade vizinha. A vista são vários morros com picos nevados. As pessoa ficam dando biscoito para as gaivotas, que acabam seguindo o barco.

Bariloche, Nahuel Huapi [08.08.16] - 05

Bariloche, Nahuel Huapi [08.08.16] - 17

Bariloche, Nahuel Huapi [08.08.16] - 29

Descemos na península Quetrihué e tinha uns 40 minutos para ver o Bosque de Arrayanes. Arrayan ou Murta do Sul é o nome de um planta sul-americana que normalmente é um arbusto, mas nesse bosque elas tem proporção de grandes árvores com cerca de 300 anos. Fiz um caminhada de uns 800m pelo bosque, que é a maior trilha perto do porto. Uma curiosidade é que dizem que o Walt Disney se inspirou nesse bosque para criar o cenário da animação do Bambi.

Bariloche, Nahuel Huapi, Bosque los Arrayanes [08.08.16] - 05

Bariloche, Nahuel Huapi, Bosque los Arrayanes [08.08.16] - 09

Bariloche, Nahuel Huapi, Bosque los Arrayanes [08.08.16] - 10

Bariloche, Nahuel Huapi, Bosque los Arrayanes [08.08.16] - 33

Depois foi mais uns 40 minutos até a ilha Victoria, que é a maior do lago. Lá podemos fazer duas trilhas: um trekking de 4km e uma trilha de 1km com um guia falando sobre a história, a flora e a fauna da ilha. Eu escolhi essa segunda.

A ilha foi de residência de ricaço a plantação de madeireira e agora pertence ao Parque Nacional de Nahuel Huapi. Nessa história a fauna e a flora local foi muito modificada e por isso, boa parte do passeio foi feito em bosques de sequoias e pinheiros, mas também vemos o arrayan e o araucária argentino (é da mesma família que o brasileiro). Atualmente o parque está se esforçando para replantar as espécies nativas e conter os danos causados pelos cervos, introduzidos na ilha para atividade de caça. A ilha também conta com algumas construções históricas do inicio do século XX, pequenas pinturas rupestres e vistas lindíssimas.

Bariloche, Nahuel Huapi, Ilha Victoria [08.08.16] - 39

Bariloche, Nahuel Huapi, Ilha Victoria [08.08.16] - 47Araucária argentina

Bariloche, Nahuel Huapi, Ilha Victoria [08.08.16] - 54Bosque de sequoias gigantes de cerca de 90 anos de idade.

Bariloche, Nahuel Huapi, Ilha Victoria [08.08.16] - 71Pinturas rupestres.

Depois dessa visita de 1h30 a ilha, voltamos ao porto em uma viagem de meia hora. Fiz o passeio pela empresa Cau Cau.

O passeio terminou umas 15h30 e eu aproveitei para ir a Capilla San Eduardo, que é um prédio histórico todo feito de madeira e fica perto do porto. Chegando lá a capela estava fechada, mas ela tem uma boa vista do porto e do Hotel Llao Llao, o mais luxuoso da cidade e que também é um prédio histórico e foi projetado pelo mesmo arquiteto que fez a capela e a catedral de Bariloche – Alejandro Bustillo.

Bariloche, Capilla San Eduardo [08.08.16] - 03

A capela.

Bariloche, Capilla San Eduardo, vista do Hotel Llao Llao [08.08.16] - 01A vista do hotel.

Anúncios

16 ideias sobre “Dia 3 – Passeio de barco pelo Nahuel Huapi

    1. N. Autor do post

      Nem tanto. Para ir à estação de esqui as pessoas saem cedo. Mas fora isso as pessoas acordam tarde mesmo. Acho que isso é no país inteiro. E lembrar que no Nordeste muitos passeios guiados partem às 7h ou 8h. Os argentinos ficariam chocados com isso. Eu fiquei chocada. 🙂

      Resposta
    1. N. Autor do post

      Eu tinha que está no porto às 10h. O ônibus passava no Centro às 8h55 e me deixaria no porto 9h45. Por isso eu sai tão cedo. O ônibus para estação de esqui também demora 45 minutos e às pessoas falam para chegar lá entre 8h30 e 9h para ir vendo aluguel de esqui, aulas e mapa da estação. Ou seja, as pessoas aqui muitas vezes saem cedo mesmo.

      Resposta
  1. Moacir Jose de Sa

    Estou gostando desta nossa viagem , você daí é eu daqui agora acho que podemos
    Aproveitar mais ganhando tempo ao invés de sair para passear as 8h4 5, sair as 7 hora você estará ganhando perto de 3 horas e com um pouco de sorte fotografar um urso branco. Suas fotos estão lindas show de bola.

    Resposta
    1. N. Autor do post

      hahaha
      Tinha que ser você para dizer que sai tarde, mas lembra quando fomos no inverno em Buenos Aires? Não conseguíamos sair cedo até porque o sol só nasce às 8h.
      Os ursos brancos vivem no polo norte, mas podia achar um pinguim. 🙂

      Resposta
    1. N. Autor do post

      É porque é a primeira vez que você comenta, ai eu tenho que aprovar. Por isso, não aparecia na minha postagem, mas agora veio vários comentários repetidos. 😉
      Da próxima vez, você já vai conseguir comentar direto.

      Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s